CAC APOIA RECUPERAÇÃO DE ÁREA DE TRANSIÇÃO ENTRE MATA ATLÂNTICA E CERRADO

30/07/2021

 

Atendendo ao desejo do proprietário do sítio Córrego Seco, sr. João Batista Carvalho Neto, a unidade de conservação Reserva Particular de Proteção Natural deu início à recuperação de uma área de 13,22ha afetada pela construção da ferrovia de aço. A região é classificada como área de transição entre Mata Atlântica e Cerrado. 

 

 

Ao longo de um ano, foram feitos trabalhos em uma voçoroca de grandes proporções e, desde 2018, foram plantadas mais de 5.000 mudas nativas em glebas denominadas como P1 (plantadas em 2018), P2 (2019) e P3 (2020). A iniciativa recebeu o apoio e a participação do Instituto Estadual de Florestas (IEF), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) e do CAC - Projeto Social e Ambiental.